Como e Quanto Cobrar na Fotografia – Definir valores e criar seus orçamentos

Como e quanto cobrar na Fotografia - Valores

Definir preços corretos na fotografia, ou seja, saber como e quanto cobrar pelo seu trabalho na fotografia é um dos maiores desafios de fotógrafos.

Colocando na ponta do lápis, infelizmente muitos fotógrafos trabalham praticamente de graça por deixarem de lado o planejamento financeiro.

Já fotografei mais de 600 casais e famílias e hoje tenho certeza de uma coisa…

… se alguém tivesse disponibilizado um método como este (anos atrás), hoje teria muito mais caixa e estaria ainda melhor com o financeiro de meu estúdio.

Não tive esta sorte.

Quando conheci, já tinha faturado meu primeiro milhão na fotografia e muito destes valores foram gastos e investidos de forma errada, apenas por não conhecer um método, não ter um mentor financeiro para minha carreira na fotografia.

Neste artigo você vai aprender a introdução de como e quanto cobrar na Fotografia, assim e definir valores e preços para seu trabalho como fotógrafo(a).

Então, o que você vai aprender aqui?

Não importa se você é fotógrafo(a) iniciante ou já tem certa experiência, este artigo vai de ajudar.

Meu objetivo é trazer conceitos financeiros concretos, que aprendi estudando e na prática em minha carreira como fotógrafo profissional.

Baixe aqui gratuitamente uma cópia do ebook para fotógrafos “Como elaborar sua planilha de preços”

Se você ignorar estes estudos, pode correr um sério risco de trabalhar pelo resto da vida sem obter lucro e acabar desistindo da fotografia como profissão.

Eu sempre digo que um administrador ou empreendedor não precisa ser fotógrafo, mas todo fotógrafo precisa saber sobre gestão, pelo menos quem deseja ter uma empresa.

Como e Quanto Cobrar na Fotografia

A idéia deste artigo é te auxiliar com o máximo de informações que sei para te auxiliar a calcular os valores de seus serviços de fotografia corretamente e que sua carreira siga em crescimento financeiro.

Para alguns fotógrafos mais experientes, fazer o cálculo de valores é uma tarefa bem simples, para outros nem tanto. Por isso, resolvi escrever estas dicas essenciais para quem precisa saber como e quanto Cobrar na fotografia, ou seja, saber como definir seu preço para fotografar.

De imediato é importante compartilhar que o valor que você receber para fotografar não é 100% lucro.

Lembrando que minha experiência é em fotografar casamentos e família, assim as dicas abaixo estão baseadas nestes pilares. Espero que lhe sejam úteis e possam te auxiliar a calcular seus valores.

No cálculo de valores para trabalhos fotográficos se engana quem imagina apenas nos custos como:

  • Segundo Fotógrafo;
  • Assistente
  • Impressão
  • Encadernação de Álbuns.

Há muito mais coisas a considerar na hora de definir valores na fotografia.

A saúde financeira de seu estúdio precisa estar 100%, pois através dela é que conseguirá expandir seu negócio e também investir em conhecimento para crescimento contínuo.

Como Cobrar na Fotografia Calcular Valores Contribuir

Então, listarei abaixo os detalhes principais que você não deve deixar passar em branco, em hipótese alguma.

Os valores aqui citados, são apenas exemplos. Analise e faça uma adaptação à sua realidade. Todos eles estão simulados como custos mensais.

1. Calculando os Custos Fixos

Os primeiros itens a serem analisados e levados em consideração para saber quanto cobrar na fotografia, são os custos fixos, aqueles que independente de haver trabalho ou não, existem.

Geralmente são compostos de aluguel, água, luz, internet, telefone, salários de funcionários (incluindo o seu como empresário), alimentação, etc. Faremos uma simulação abaixo.

Custos Fixos de um Fotógrafo de Casamento e Família

Aluguel do estúdio: R$ 1.000,00. Se você ainda não tem um estúdio, minha sugestão é acrescentar em sua tabela de preços, pois assim será muito mais fácil se capitalizar para montar seu novo estúdio.

Valores de Serviço Essenciais:  R$ 400,00. Água, luz, telefone e internet.

Móveis: R$ 400,00. Aqui considere as mesas, cadeiras, sofás, ou seja, tudo o que faz a estrutura de seu estúdio existir e funcionar.

Computadores: R$ 300,00. Se você ficou perdido em como calcular os valores dos computadores por evento, assista este vídeo que você vai conhecer uma planilha pronta e vídeo explicativo passo-a-passo!

Custos de Pessoal: R$ 2.800,00. Designer, Recepcionista, Limpeza. Aqui é importante considerar o salário de um designer, mesmo se você executa este trabalho, pois se por qualquer motivo precisar de um, o valor já está considerado em seu cálculo de valores.

ProLabore: R$ 3.000,00. Este é o Salário do Empresário, no caso você. Após calcular suas contas pessoais, como prestação da casa, carro, alimentação, diversão, poupança, terá uma estimativa de quanto você precisa receber.

Atendimento: R$ 300,00. Bebidas e Petiscos. Estes custos simples muitas vezes são deixados de lado e podem causar impacto no final do mês, quando é feito o fechamento financeiro.

Custos Fixos Mensais Totais: R$7.900,00

2. Calculando os Custos Variáveis

Aqui são listados os custos relacionados à execução do trabalho fotográfico, também precisam fazer parte compor o quanto cobrar na fotografia. Se não houver trabalho, estes custos não existirão. Por isso são variáveis.

Custos variáveis de um fotógrafo definir preços

Darei um exemplo na fotografia de casamento.

2 Fotógrafos: R$ 1500,00. Como no caso do Designer, se você é um dos fotógrafos precisa receber o valor do trabalho. Mais uma vez, é importante calcular, pois em caso de emergência, também terá o valor reservado para repassar a um parceiro.

Depreciação de equipamentos: R$ 150,00. Aqui entram câmeras, lentes, cartões de memória, pilhas, bolsas, etc. É importantíssimo saber quanto seu equipamento custa por evento, assim conseguirá sempre se atualizar quando preciso. Minha dica é fazer um levantamento do que você tem e calcular em cima de 3 anos.

Álbuns: R$ 1.000,00. Pra saber o quanto cobrar na fotografia e fazer corretamente, os custos com álbuns também precisam fazer parte dos custos variáveis, incluindo o Designer se você terceiriza este serviço.

Estes são os custos variáveis padrões, de acordo com seu plano de negócio, poderá ser mais, como é o meu.

Valor total dos custos variáveis: 2.650,00

Apenas para reforçar! Os custos fixos, independente se houver ou não execução de eventos, eles existem. Vai precisar arcar com esta responsabilidade. Os custos variáveis, apenas se realizar algum trabalho, que neste exemplo, foi um casamento.

Quanto Cobrar na Fotografia?

Após obter os parâmetros dos custos fixos e variáveis é possivel saber o quanto cobrar na fotografia, como precificar seu trabalho.

O próximo o passo, é saber a quantidade de eventos que deseja realizar ao mês. Vamos dar exemplo que você fotografa apenas casamentos e sua meta é 4 eventos mensais.

Custos Fixos Mensais: R$ 6.200,00. Dividindo este valor por 4 eventos, temos 1.550,00 por casamento.

Custos variáveis: R$ 2650,00 por evento.

Custo Total por cada Evento: R$ 4.200,00

Calculando o Valor de Venda

Após o levantamento dos custos, precisa calcular o lucro de seu estúdio.

Geralmente um Negócio bem estruturado, trabalha com lucro em média de 30%, então o valor de venda sugerido seria R$ 4.200,00 + 30% = R$ 5.460,00.

Impostos: Os impostos são existentes e precisam também ser calculados. Minha sugestão é abrir como Micro Empresa que sua taxa de imposto é 6%. Assim, ficaria R$ 5.460,00 + 6% ISS = R$ 5.808,00

Com a simulação acima, para que seu Negócio esteja financeiramente funcionando teria que precificar seu trabalho em casamentos por no mínimo R$5.808,00. Qualquer contrato fechado teria de ser no mínimo esse valor. Caso contrário, saberia que estaria deixando de lado algum custo essencial de seu Negócio.

Vale Ressaltar: Vale ressaltar que é importante analisar e reanalisar periódicamente sua tabela de valores, pois alguns custos podem sofrer alterações. Além disso, você como empresário deve também recalcular seu Pro Labore e deve ser calculado de acordo com suas despesas pessoais.

Até mais! 😉

Indicam
Fechar Menu
Indicam