O que o NÃO dos Clientes pode nos Ensinar?

Receber um NÃO do tamanho do mundo certamente é uma experiência bem amarga para qualquer prestador de serviço, incluindo nós fotógrafos.

Confesso que por muito tempo fiquei super chateado e voltava pra casa bem desanimado toda vez que atendia um cliente que por qualquer motivo, não fechava o contrato.

Meu pensamento mudou alguns anos atrás e quero compartilhar um pouco disso hoje.

Aviso: Este artigo e o vídeo abaixo não tem qualquer base científica nem mesmo técnica. Apresento apenas meu ponto de vista como fotógrafo profissional  em algumas situações presenciadas na profissão.

Como você pode receber um não?

Foi muito engraçado quando parei para observar as maneiras que já recebi um não de um cliente. Algumas pessoas são bem diretas, outras gostam de tentar dizer um não “mais bonitinho”.

Abaixo apenas alguns exemplos:

  1. Ganhei a Fotografia de um padrinho. Esta é a famosa frase de quem não tem coragem em dizer que não tem grana para te contratar.
  2. O valor está muito alto, não posso investir. Este tipo de não, foi importante para saber que estava no caminho certo.
  3. Não gostei de seu trabalho quando vi presencialmente. Este é o mais chato de ouvir, por outro lado, é uma maneira do mercado dizer que precisamos melhorar. Ainda bem que foram poucos. rsrsr.
  4. Até gostei de seu trabalho, mas acho que seu pacote tem poucos benefícios. Isso também é muito relativo e não me preocupava. Muitos fotógrafos oferecem uma gama de serviços que se somados com consciência, seriam oferecidos pelo valor justo. Por isso é importante saber como Calcular seus Valores Corretamente.
  5. Consegui mais barato. Geralmente barato ou caro também é relativo. Muitos clientes já chegaram a conversar comigo de relógios que custavam mais de 30.000 reais, bolsas Louis Vuitton, caneta Mont Blanc no Bolso. Ao contrário também já aconteceu. Então o barato e caro se torna relativo. O que sempre fiz foi trabalhar para atrair os clientes com maior poder de compra.

Quem é fotógrafo profissional, certamente já ouvi pelo menos um dos exemplos acima, ou estou errado?

Acontece que alguns anos atrás, comecei a olhar os Não dos clientes com outros olhos e aprendi algumas coisas importantes que compartilho no vídeo abaixo.

Não é uma verdade absoluta, mas fez sentido pra mim e espero que de alguma maneira faça sentido pra ti também.

Não esqueça de compartilhar com a galera heim. 😉

Marketing para Fotógrafos Clientes

Forte Abraço e até a próxima!

Cursos Falando de Foto
  • Carlucio da Cruz

    Muito bom o vídeo William,talvez o divisor de águas na vida de um Fotografo seja um Não,porque isso de fato é o que faz você crescer e melhorar